Cabeçalho do Site

Contatos da paróquia

Secretaria: (31) 3397-9275
jesusoperario@hotmail.com
pascom@paroquiajesusoperario.com.br

Pastoral Catequética


Pastoral Catequética

A CATEQUESE

A catequese é, em primeiro lugar, uma ação eclesial: a Igreja transmite a fé que ela mesma vive e o catequista é um porta-voz da comunidade e não de uma doutrina pessoal (cf. CR, n. 145). Ela transmite o tesouro da fé (traditio) que, uma vez recebido, vivido e crescido no coração do catequizando, enriquece a própria Igreja (redditio). Ela, ao transmitir a fé, gera filhos pela ação do Espírito Santo e os educa maternalmente (cf. DGC, n. 78-79). A catequese faz parte do Ministério da Palavra e do profetismo eclesial. O catequista é um autêntico profeta, pois pronuncia a Palavra de Deus, na força do Espírito Santo. Fiel à pedagogia divina, a catequese ilumina e revela o sentido da vida.

A catequese possui algumas características fundamentais:

  1. Ser um aprendizado dinâmico da vida cristã, uma iniciação integral que favoreça o seguimento de Jesus Cristo;
  2. Fornecer uma formação de base essencial, centrada naquilo que constitui o núcleo da experiência cristã (a fé, a celebração e a vivência da Páscoa de Jesus), lançando os fundamentos do edifício espiritual do cristão;
  3. Possibilitar a incorporação na comunidade cristã: nela, a catequese vai além do ensino, põe em prática a dinâmica do encontro com Jesus Cristo vivo e da experiência do Evangelho, celebra e alimenta a fé nas celebrações e na liturgia;
  4. Proporcionar formação orgânica e sistemática da fé;
  5. Desenvolver o compromisso missionário, inerente à ação do Espírito Santo, para o estabelecimento do Reino de Deus no coração das pessoas, em suas relações interpessoais e na organização da sociedade;
  6. Fomentar o diálogo com outras experiências eclesiais (ecumenismo), religiosas (diálogo inter-religioso) e com o mundo, testemunhando a convivência fraterna com o diferente;
  7. Despertar o compromisso com a ação sócio-transformadora à luz da Palavra de Deus e dos ensinamentos da Igreja.

 A finalidade da catequese é aprofundar o primeiro anúncio do Evangelho: levar o catequizando a conhecer, acolher, celebrar e vivenciar o mistério de Deus, manifestado em Jesus Cristo, que nos revela o Pai e nos envia o Espírito Santo. Conduz a entrega do coração de Deus, à comunhão com a Igreja, corpo de Cristo (cf. DGC, nn. 80-81); Catecismo, n. 426-429) e à participação em sua missão.

A fonte na qual a catequese busca a sua mensagem é a Palavra de Deus.

 SACRAMENTOS

A Igreja Católica Apostólica Romana possui 7 sacramentos: Batismo, Penitência, Eucaristia, Crisma, Matrimônio, Ordem e Unção dos Enfermos.

Sacramentos da iniciação cristã: Batismo, Eucaristia e Crisma.

Sacramentos de serviço: Matrimônio e Ordem.

Sacramentos de misericórdia: Penitência e Unção dos Enfermos.

INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃ

Iniciação à vida cristã! Ser iniciado na vida de Cristo, no modo de viver de Cristo. Conhecer e seguir seus passos. É um nascer, um conascer. Iniciar o modo de viver que desperta para a plenitude, a plena maturidade. É Cristo que desperta e reveste da vida nova, e a pessoa que dele vive, acompanha o iniciante em seu itinerário. Acompanhamento que possibilita que o Cristo seja tudo para o discípulo.

Um itinerário! Um caminho de pertencimento. O movimento de quem está a caminho, que se põe a caminho, que faz o caminho, percorre o caminho de Jesus Cristo. Uma pessoa discípula, aprendiz, seguidora. A pessoa que aprende com o Mestre Jesus. Conformar a Cristo, uma vida em conformidade com ele. O Papa Francisco afirma que a “formação cristã é, primariamente, o aprofundamento do querigma que se vai, cada vez mais e melhor, fazendo carne, que nunca deixa de iluminar a tarefa catequética, e permite compreender adequadamente o sentido de qualquer tema que se desenvolve na catequese. É o anúncio que dá resposta ao anseio de infinito que existe em todo o coração humano”. Uma vida toda para ser revestido de Cristo, até Ele se tornar tudo em todos.

Ser iniciado na vida de Cristo, conformar-se a Ele, ser dele revestido desperta para a missionariedade. A atração e a gratidão de ser, se faz anúncio. Toda pessoa que segue Jesus anuncia a beleza e a alegria profunda de viver como Cristo viveu. Sim, “anunciar Cristo significa mostrar que crer nele e segui-lo não é algo apenas verdadeiro e justo, mas também belo, capaz de cumular a vida de um novo esplendor e de uma alegria profunda, mesmo no meio das provações” – diz o Papa Francisco. O discípulo, atraído pela beleza do seguimento, torna-se um iniciador de outros na vida de Cristo.

CATEQUESE DE BATISMO

OBJETIVOS

 A criança que será batizada não tem condição de assumir uma opção religiosa. Então, os pais e padrinhos assumem o compromisso em nome da criança, prometendo cuidar da sua formação cristã. Como a família forma os filhos em determinados valores que regem sua vida, cuida da educação e instrução dos mesmos, forma para a cidadania, assim as crianças vão aprender também os valores religiosos que os pais vivem. A criança que é batizada, entra numa grande família, a Igreja, que a aceita com carinho. Ela pode viver e crescer dentro desta família, e também aprender seus valores. Vai conhecer Jesus, sua vida e suas exigências. Aos poucos, vai crescendo a sua opção por Ele e assumindo sua responsabilidade na Igreja.

ORIENTAÇÕES GERAIS

– Cronograma 2020 de batizados.

– Comunidades: equipes de batismo, locais, datas e horários das inscrições e encontros de preparação para o batismo.

– Os encontros de preparação acontecem de fevereiro à dezembro. Em janeiro, as equipes de batismo estão de férias.

– Pais e padrinhos de batismo precisam participar do encontro de preparação para o batismo.

– A participação, no encontro de preparação para o batismo, dos padrinhos de consagração é opcional. Lembrando que a consagração pode ser feita por uma pessoa ou um casal.

– Os padrinhos de batismo e consagração precisam ser católicos.

– Recomenda-se que os padrinhos de batismo sejam maiores de 18 anos. Para os padrinhos de consagração, não há uma idade estipulada.

– A mãe ou o pai pode assumir sozinha(a) a responsabilidade pelo batizado do filho, em casos em que não haja um acordo entre o casal.

– Os batizados na paróquia acontecem no 2º e 4º domingos de cada mês, às 10h:30.

– Para batizados no 2º domingo do mês, agendamento máximo de 7 crianças.

– Para batizados no 4º domingo do mês, agendamento máximo de 15 crianças.

– O batizado é marcado, pelos pais, somente no Centro Pastoral de terça à sábado, de 13h:30 às 17h:00.

OBSERVAÇÃO: os catequistas não marcam ou agendam batizados.

– Documentos necessários para a marcação do batizado: certidão de nascimento da criança; comprovante de participação, de pais e padrinhos, no encontro de preparação para o batismo.

OBSERVAÇÃO: o batizado não será marcado antes dos pais e padrinhos participarem do encontro de preparação para o batismo.

– O comprovante, de participação no encontro de preparação para o batismo, tem validade de 1 ano.

– O documento de transferência é necessário somente para batizados que serão realizados fora da Arquidiocese de Belo Horizonte.

– A paróquia fornece a lembrancinha e a vela no dia da celebração do batismo.

– Não há uma taxa para o sacramento do batismo. A família que quiser, pode fazer uma oferta no dia da celebração do batismo.

– É fundamental que pais e padrinhos façam a inscrição, para participarem do encontro nas comunidades. Observar que, em algumas comunidades, a inscrição é realizada em dia diferente do encontro de preparação.

– É fundamental evitar atrasos no dia do encontro de preparação. Recomendamos chegar alguns minutos mais cedo, para evitar pequenos transtornos.

OBSERVAÇÃO: os pais podem levar as crianças para o encontro de preparação, se não houver a possibilidade de deixá-las com alguém de confiança.

– Crianças com idade até 6 anos, serão batizadas a qualquer tempo. Crianças com idade a partir de 7 anos, precisam iniciar na catequese para posteriormente, receberem o sacramento do batismo.

OBSERVAÇÃO: a criança receberá os sacramentos do batismo e primeira Eucaristia em uma mesma celebração.

CATEQUESE COM ADULTOS (CATECUMENATO)

OBJETIVOS

A palavra catequese vem do grego Kat-ekhéo, que quer dizer fazer ecoar. A catequese, de fato, tem por objetivo último escutar e fazer repercurtir a Palavra de Deus. E é claro que não é só para crianças que a Palavra de Deus deve ecoar, mas para todos os membros da Igreja e para o mundo todo.

Nos primeiros tempos da Igreja, adultos ingressavam na comunidade. Muitas vezes, a família inteira aderia à novidade da mensagem de Jesus. Assim, entravam as crianças também, mas a grande preocupação era formar os adultos na fé, através de uma longa preparação que durava diversos anos, até que os convertidos fossem batizados, na Páscoa. Essa preparação chamava-se “catecumenato”. Os que se preparavam eram os “catecúmenos”.

Quando o Cristianismo começou a se espalhar pela Europa, toda a sociedade tornou-se cristã. Começou-se a deixar para trás a catequese de adultos e surgiu a preocupação com a preparação das crianças para receberem os sacramentos.

A partir do século XVI essa preocupação tornou-se “ensino”. Surgiram os catecismos que ensinavam as verdades da fé. A catequese tornou-se “aula de doutrina”.

Com o Concílio Vaticano II (1962-1965), a visão da Igreja renovou-se e a necessidade da catequese para adultos apresentou-se.

Em 1971, a Igreja lançou um Diretório Catequético Geral. O documento pediu que se retomasse a catequese de adultos. Em vários países da Europa surgiram catecismos para adultos, mas não mais numa linguagem de perguntas e respostas teológicas. A partir da realidade, das perguntas e dúvidas do homem moderno, esses catecismos procuram dar uma resposta aos grandes anseios do ser humano, tendo como fonte a Palavra de Deus e a doutrina da Igreja.

Em 1977, houve um sínodo sobre a catequese e o Papa João Paulo II colocou como primazia a catequese de adultos. Escreveu uma exortação apostólica chamada Catechesi Tradendae, em que diz que “a catequese de adultos é a principal forma de catequese, porque se dirige a pessoa que têm as maiores responsabilidades e a capacidade para viverem a mensagem cristâ na sua forma plenamente desenvolvida” (n.43).

Em vista da catequese com adultos, foi planejada a 2ª Semana Brasileira de Catequese, realizada em outubro de 2001. O tema escolhido foi: “Com adultos, catequese adulta”. Lema: “Crescer rumo à maturidade em Cristo”. Daqui em diante, falaremos de “Catequese com Adultos”. Não é uma catequese “de cima para baixo”, de professor para aluno, mas em nível de igualdade: juntos dialogamos, escutamos, procuramos e descobrimos a resposta às perguntas, dificuldades e dúvidas dos catequisandos adultos de hoje.

Viver é nossa vocação. Viver sob a Luz de Cristo é a nossa vocação plena. Chegar à realização da plenitude da nossa vocação é a maior alegria que podemos experimentar, algo que transcende o simples passar pela vida, porque cada ato vivido ganha significado profundo e sabor de eternidade. Viver sob a Luz de Cristo é viver em Cristo, expressão de São Paulo, para falar da vida cristã, da nossa vida.

O viver em Cristo, com todas as suas conseqüências, é próprio da pessoa adulta, aquela que cresceu em suas responsabilidades humanas e sociopolíticas e que, igualmente, cresceu e amadureceu na fé. O crescimento e amadurecimento na fé é resultado de um processo catequético que, normalmente, começa cedo, passa pela juventude e se torna permanente na fase adulta. Passar por esse processo é aproveitar uma oportunidade única de deixar-se guiar pela pedagogia de Deus, que nos conduz para dentro dele mesmo, rumo ao Mistério de sua presença amorosa.

ORIENTAÇÕES GERAIS

– As inscrições ocorrem a partir do mês de fevereiro, nas comunidades.

– Início da catequese em março e término em outubro.

– Comunidades, dias e horários dos encontros:

Santa Luzia = todo sábado, às 18h:00

São Luiz Gonzaga = todo domingo, às 8h:30

  1. Sra. Aparecida = todo domingo, às 9h:00
  2. Sra. da Piedade = todo domingo, às 10h:00

– Sugerimos que os interessados tenham idade a partir de 18 anos. Mas casos específicos serão analisados pelos catequistas e pela coordenação paroquial de catequese, de acordo com a necessidade.

– O adulto irá se preparar para receber os sacramentos da iniciação cristã: Batismo, Eucaristia e Crisma.

Inscrições abertas para iniciar em 08/03/2020.

CATEQUESE COM AS CRIANÇAS

OBJETIVOS

A infância se caracteriza pela descoberta inicial do mundo, com uma visão ainda original, embora dependente da assistência dos adultos. Dela brotam possibilidades para a edificação da Igreja e humanização da sociedade. A criança tem o direito ao pleno respeito e à ajuda para seu crescimento humano e espiritual. Ela necessita de uma catequese familiar, de uma iniciação na vida comunitária e para realizar os primeiros gestos de solidariedade. Esta catequese não poderá ser fragmentada ou desencarnada da realidade, mas favoreça a experiência com Cristo na realidade em que a criança vive.

A adolescência, bem orientada, é um dos alicerces para o desenvolvimento de uma personalidade equilibrada e segura. Neste período o adolescente cresce na consciência de si mesmo, de suas potencialidades, sentimentos, dificuldades e das transformações que estão acontecendo em sua vida. Isso pode ocasionar desajustes emocionais e comportamentais, com os quais nem sempre saberá lidar. A característica principal dessa idade é o desejo de liberdade, de pensamento e ação, de autonomia, da auto-afirmação, de aprendizagem do inter-relacionamento na amizade e no amor. Esta fase tão turbulenta, nem sempre recebe os devidos cuidados pastorais, ocasionando um vácuo entre a Primeira Comunão Eucarística e a Confirmação. Urge para os adolescentes um projeto de crescimento na fé, do qual eles mesmos sejam protagonistas na descoberta da própria personalidade, no conhecimento e encantamento por Jesus Cristo, no compromisso com a comunidade e na coerência de vida cristã na sociedade.

 ORIENTAÇÕES GERAIS

– Comunidades: N. Sra Aparecida, N. Sra de Guadalupe, Santa Luzia, São Luiz Gonzaga, Santa Rita de Cássia, São Judas Tadeu, N. Sra da Piedade e São José São Geraldo.

– A catequese com as crianças acontece aos sábados, no período da manhã.

– A catequese com as crianças segue o calendário litúrgico. Inicia após a Páscoa e finaliza no período da Páscoa do ano seguinte.

– A catequese com as crianças é dividida nas seguintes etapas, de acordo com as idades das mesmas:

Crianças com 6 anos – sementinha

Crianças com 7 anos – 1º ano

Crianças com 8 anos – 2º ano

Crianças com 9 anos – pré-eucaristia

Crianças com 10 anos – primeira eucaristia

Perseverança – antecede a crisma

– De acordo com as orientações da Arquidiocese de Belo Horizonte, para receberem o sacramento da Eucaristia, as crianças precisam ter participado da catequese por um período de 2 anos e ter idade de 10 anos.

– A perseverança não é pré-requisito para participação na catequese da crisma. Faz parte do processo contínuo e permanente de evangelização.

– É indispensável que os pais informem aos catequistas, no momento da inscrição, se a criança já foi batizada.

OBSERVAÇÃO: Em casos em que a criança ainda não foi batizada, a mesma receberá o sacramento do Batismo e da Eucaristia na mesma celebração.

– A partir desse ano de 2019, no momento da inscrição, os pais e/ou responsáveis deverão apresentar a declaração de que a criança foi batizada, conseguida na paróquia do Batismo (se foi batizada em outra paróquia). Nessa declaração deverá constar os números do livro de registro de batizados, da folha, do termo, assinatura do pároco e as demais informações pertinentes ao batizado da criança. Se a criança foi batizada aqui na paróquia Jesus Operário, somente informar a data de nascimento, para que a secretária paroquial faça a conferência nos livros de registro.